Como pequenas empresas podem sobreviver à pandemia do COVID 19?

A crise causada pela pandemia do COVID 19 já está afetando duramente muitas empresas em todo o mundo, e em especial aquelas que não possuem muito dinheiro em caixa, as pequenas e médias empresas. Não é possível ainda prever quanto tempo a crise irá durar nem o quanto a economia será afetada, mas o que se tem certeza é que os pequenos negócios precisam agir rapidamente se quiserem sobreviver.

Estamos vivenciando um momento que desafia a ordem natural das coisas, ordem essa que vinha se mantendo desde o fim da Segunda Guerra Mundial, e portanto, a maioria de nós sequer presenciou um período histórico de tanta tensão e insegurança. Aqui nós iremos apresentar alguns pontos que podem ajudar sua empresa a navegar por essa crise.

1. Primeiramente, acalme-se

Sua cabeça provavelmente não está no seu melhor momento, e isso é totalmente normal agora, mas você tem que cuidar da sua saúde mental se quiser ser capaz de tomar as decisões que irão ajudar seu negócio a enfrentar a crise.

Entenda que esse não é um problema exclusivo seu, a crise causada pela pandemia é um problema de nível global. O medo de ter que demitir, de não ter dinheiro para pagar seus compromissos, ou de ir à falência, irá existir mas você não pode deixar ele te controlar e te afundar. Seu negócio nunca precisou tanto de você e de sua capacidade de administrar como vai precisar agora.

2. Proteja seu fluxo de caixa a todo custo

Comece analisando seus gastos mensais. Pegue seus extratos bancários e relatórios de contas a pagar e pondere cada lançamento. Quais são as despesas que você pode cortar? O que você gasta atualmente que pode viver sem. Regalias concedidas no passado devem ser revistas de maneira implacável. Só gaste o absolutamente essencial. Lembre-se que esse momento pode significar a sobrevivência ou não da sua empresa.

Todos sabemos que as pequenas empresas não possuem rios de dinheiro sobrando e que a maioria conta com os recebimentos desse mês para pagar as contas do mês seguinte, portanto, você deve fazer o possível para tentar equilibrar o fluxo de caixa. Com a perspectiva de que as receitas irão diminuir, a única maneira de realizar essa difícil tarefa é reduzindo também as despesas. Escrevemos um artigo aqui sobre fluxo de caixa que pode te ajudar a entender e utilizar essa ferramenta extremamente útil nesse período.

3. Renegocie débitos

A pandemia é global e seus fornecedores e credores não irão dificultar se você for honesto e tentar parcelar seus débitos de maneira que tenha dinheiro em caixa para quitá-los no vencimento. Eles provavelmente estão esperando que você irá fazer isso. Não se desespere se no dia de vencimento de uma conta a pagar você não tenha condição de quitar. Ligue para fornecedor e não tenha vergonha de pedir prorrogação de títulos.

Essa crise não aconteceu porque você cometeu um erro. Tente trabalhar em conjunto com os parceiros da sua empresa para encontrar uma solução boa para todo mundo. Lembre-se que receber parcelado é melhor do que não receber hoje.

4. Entenda e procure se beneficiar dos programas de ajuda a pequenas empresas durante a pandemia

Alguns pacotes de medidas e ações estão sendo anunciadas pelos Governo, em várias esferas (federal, estadual e municipal), para ajudar as empresas e pessoas a enfrentar a crise causada pelo COVID 19. Há também iniciativas da iniciativa privada nesse sentido, como de federações, associações e sindicatos.

Procure saber sobre as medidas que se aplicam ao seu negócio e tente se beneficiar delas. Toda ajuda nesse momento é bem-vinda. Esteja sempre se atualizando sobre essas ações, uma vez que elas são alteradas e novas são criadas conforme o avanço da crise.

5. Planeje os próximos meses

Faça um planejamento financeiro o mais detalhado possível dos próximos 3 meses, no mínimo. O fluxo de caixa previsto por dia é uma ferramenta excelente nesse processo. Saiba exatamente o que, quanto e quando você precisa pagar e repita o processo para os recebimentos, sem esquecer que os riscos de inadimplência são mais altos agora e que a geração de receita está comprometida.

Esse plano servirá como um guia para suas próximas ações e mostrará também para seus funcionários, fornecedores e clientes que apesar de tudo você ainda está no controle da empresa e irá lutar para sobreviver. Isso faz com que ocorra um engajamento maior por parte dos seus parceiros e eleva a moral de todos os envolvidos com a empresa.

6. Não é hora de ir aos poucos, faça mudanças de uma vez

Para as muitas empresas que estão passando por um momento de vida ou morte, não dá para ficar aplicando pequenas mudanças a cada semana e ir avaliando os efeitos. Essa crise não irá acabar da noite para o dia. É preciso atitude para vencê-la. A pandemia está afetando principalmente as pequenas empresas mas isso não precisa ser verdade para o seu negócio.

Planeje suas ações e as implemente imediatamente para proteger seu negócio da melhor maneira possível. Não deixe que a morosidade te vença. E claro, analise os resultados de suas mudanças constantemente e ajuste o curso conforme necessário. Nunca tome uma ação e demore 1 ano para descobrir que aquela foi uma ação prejudicial para seu negócio.

7. Procure novas oportunidades

É claro que a demanda por parte de produtos e serviços como um todo nunca esteve tão baixa. Mas isso não quer dizer que não existem oportunidades por aí. Mantenha os olhos abertos para chances de gerar caixa e não presuma que tudo simplesmente funcionará como antes quando a pandemia passar.

Grandes empresas como GM, HP e Uber foram fundadas em meio a recessões. Uma característica das crises é que elas mudam as coisas. Uma crise mundial da proporção que estamos vendo pode mudar muita coisa, inclusive o mercado da sua empresa. E é exatamente nessas mudanças que moram as oportunidades.

Em resumo

Corte custos implacavelmente, planeje as finanças da sua empresa para tentar um equilíbrio no fluxo de caixa, e esteja forte e atento. O momento pode ser um martírio mas você não só pode enfrentar e sobreviver como também sair mais forte do que antes. A pandemia causada pelo COVID 19 é certamente um problema gigante para pequenas empresas, mas com planejamento e execução rigorosos seu negócio estará muito mais capacitado. O Sensio ERP é um sistema de gestão online e de baixo custo pensado e desenvolvido para pequenas empresas, e pode ser um grande parceiro para te ajudar nesse momento.