5 benefícios de um ERP em nuvem para pequenas empresas

Empresas buscando uma gestão mais integrada e eficiente decidem por utilizar um ERP (Enterprise Resources Planning). Entretanto, pode surgir uma dúvida na hora da escolha: qual é melhor, um ERP em nuvem ou um ERP local? Descubra nesse artigo o que é um ERP em nuvem, seus benefícios, e como ele pode ser a melhor opção para seu negócio.

Os benefícios que sua empresa irá usufruir de cada uma das opções dependem de uma série de fatores que devem ser levados em conta na hora da escolha. Para entender a questão, vamos começar falando sobre a definição de um ERP em nuvem e então mostrar seus benefícios.

O que é um ERP em nuvem?

Um ERP é um software de gestão, dentro do qual uma série de aplicações (vendas, financeiro, gestão fiscal) atuam de maneira integrada para que o gerenciamento das operações da empresa se dê de maneira consistente e unificada.

Quando falamos de ERP em nuvem, trata-se de um sistema que está fundamentado nas tecnologias e metodologias de Cloud Computing, que estão cada vez mais maduras e presentes no nosso dia a dia. Os servidores não são gerenciados pelo cliente e muito menos ficam localizados na empresa.

Os ERPs em nuvem são fornecidos em modelos de software como serviço (SaaS), o que significa que você não precisa comprar uma licença vitalícia e se preocupar com amortizar aquele custo em um horizonte muito longo de tempo.   

Em suma, um ERP em nuvem é um sistema de gestão entregue pela internet, geralmente acessado por seus usuários por um simples navegador. Agora, vamos apresentar os benefícios de se utilizar essa modalidade de ERP.

1. Implementação mais rápida

Um ERP em nuvem está hospedado em servidores remotos que são gerenciados pelo provedor do serviço. Você não precisa comprar nenhum equipamento a mais para começar a utilizá-lo.

Basta um computador com acesso à internet e pronto. Sequer precisa de instalação. Quem já passou pela implementação de um ERP local sabe muito bem como pode ser um processo penoso e lento.

Planejar a demanda operacional, comprar um servidor, instalar o sistema e o banco de dados, instalar e configurar a aplicação em cada computador que precise utilizar. Isso sem falar que tudo isso depende da disponibilidade dos técnicos da empresa provedora do ERP.

O processo extremamente simplificado de contratar um ERP em nuvem faz com que você possa focar na parte que realmente importa da implementação: a integração de seus dados e processos. Isso não apenas poupa tempo e dinheiro, mas aumenta as chances de sucesso da implementação e utilização diária do ERP.

2. Mobilidade

O fato de se utilizar um sistema em nuvem permite utilizá-lo de qualquer local com acesso à internet. Da empresa, de casa, de uma viagem de trabalho.

Imagine sempre ter seus dados à mão. Buscar números enquanto está em alguma reunião de vendas na empresa do cliente. Lançar pedidos de venda ou compra do aeroporto ou restaurante. Consultar uma conta a pagar no estacionamento enquanto fala pelo telefone com o fornecedor.

A pandemia causada pelo COVID 19 nos mostrou o quanto a capacidade de poder trabalhar remotamente é fundamental para o sucesso das empresas modernas. Um ERP em nuvem faz com que você não fique restringido ao ambiente da empresa e possua uma flexibilidade muito maior para decidir onde e quando irá realizar suas tarefas.

3. Escalabilidade

Imagine o seguinte cenário: o número de cadastros que você realiza no seu sistema cresce e o equipamento que você utiliza como servidor para seu ERP local e seu banco de dados começa a chegar em seu limite operacional.

Você então precisa recorrer a algum profissional de TI (o que provavelmente você não tem dentro da sua empresa) para te ajudar. O processo é longo: especificar um novo equipamento, procurar revendores, realizar orçamentos, comparar, decidir a melhor opção (o que não é trivial), comprar, instalar e integrar com o sistema atual.

Sem contar com o acompanhamento e manutenção que esse novo equipamento irá demandar daqui para frente. Você ainda precisa se preocupar com possíveis desastres físicos, condicionamento, segurança física, demanda de energia e inevitável obsolescência.

E se você tiver gastado um bom dinheiro para apenas depois descobrir que só precisa de 10% do potencial desse novo equipamento? Ou o contrário, onde você logo percebe que tentou economizar mas que seu sistema começou a ficar lento e logo você vai precisar de outro equipamento.

Agora imagine outro cenário: um no qual nada disso aconteça. Você não precisa se preocupar com nada, se está super ou subutilizando o servidor do seu ERP e banco de dados. Se sua demanda cresce, a capacidade do sistema sobe de acordo. Se diminui, você pode optar por um plano mais em conta.

Um ERP em nuvem é muito mais escalável e flexível do que um sistema local. Esse pode não ser um dos benefícios mais importantes para uma grande empresa com muitos recursos financeiros e humanos, mas para os pequenos e médios negócios, dá a segurança necessária para escalar a empresa com essa preocupação a menos (e muitas outras). 

4. Segurança

Um dos principais medos das pessoas na hora de escolher um ERP em nuvem é justamente um de seus principais benefícios.

Pense no seguinte, qual dos dois você acha que possui barreiras de segurança maiores e melhores, desenvolvidas por equipes de profissionais capacitados e experientes: um equipamento de servidor instalado e configurado em uma pequena empresa ou um datacenter de empresas como Amazon, Microsoft ou Google?

Essas empresas são grandes provedores de Cloud Computing e investem enormes quantias de recursos para tornar seus datacenters cada dia mais seguros. A Norton, uma das maiores autoridades em segurança digital do mundo, diz que os seus dados provavelmente estão muito mais seguros sendo armazenados em nuvem do que em máquinas locais.

Hackers geralmente agem por meio do envio de e-mails maliciosos ou do download de arquivos infectados. Se alguém na sua empresa cair em um ataque desse tipo, os dados locais estarão comprometidos. Usando o mesmo raciocínio, é muito mais fácil para um hacker atacar assim um simples computador de um usuário sem muito conhecimento de segurança do que um servidor de banco de dados protegido por dezenas de barreiras e profissionais.

Segundo dados do Gartner, em 2025 cerca de 99% dos problemas de segurança em computação em nuvem serão causados pelos próprios usuários, e não pela infraestrutura de nuvem em si. Dados locais ainda possuem maiores riscos físicos, estando mais sujeitos a roubos de equipamentos, acesso por pessoas indevidas, desastres naturais e vazamentos internos. Esse artigo da ASIS de 2019 diz que a maior fonte de vazamento de dados é interna.

Nos maiores provedores de computação em nuvem, os datacenters estão protegidos por fortes esquemas de segurança física, além de estarem geograficamente espalhados e com mecanismos de replicação entre eles.

Em relação à comunicação entre o seu computador e o servidor em nuvem, sempre escolha um ERP em que o protocolo SSL é utilizado para a transmissão e recepção de dados. Isso faz com que a comunicação seja criptografada. Para verificar isso, basta checar se há um cadeado do lado da barra de endereços no seu navegador.

representação da segurança eletrônica

5. Te permite focar no que realmente importa, o seu negócio

O ERP é um sistema de gestão integrada que te auxilia a administrar sua empresa de uma maneira mais eficiente e consistente, porém, ele é uma ferramenta e não o objetivo do seu negócio.

Ao contratar um ERP local, você assume muitas responsabilidades e custos que tomam seu tempo e foco. Infraestrutura, segurança, implementação, manutenção e mão-de-obra especializada são apenas algumas dessas coisas que você precisa se preocupar.

Um ERP em nuvem tira todo esse peso de você e o transfere para o provedor do serviço. Além desse benefício claro de poupar tempo e preocupações, você sabe que tudo está sendo cuidado por pessoas que são especialistas naquilo e que provavelmente o fazem melhor do que seria feito caso sua própria empresa tivesse que lidar com as responsabilidades.

Esse talvez seja o principal dos benefícios de um ERP em nuvem para uma pequena empresa. O valor para seu negócio passa muitas vezes despercebido, mas a capacidade de focar no que você é realmente especialista ao invés de detalhes que não agregam valor para a empresa e seus clientes é fundamental para quem trabalha com recursos limitados.

Ao invés de gastar tempo e dinheiro com manutenção de TI, você pode utilizar esses preciosos recursos com atendimento aos clientes, ou a força de vendas, por exemplo. Foque no que realmente importa para você e sua empresa.

Em resumo

Nesse artigo apresentamos 5 benefícios de um ERP em nuvem para pequenas empresas. Embora não seja regra e cada caso deva ser analisado individualmente, o ERP em nuvem pode apresentar um imenso valor para um pequeno negócio quando comparado com uma versão local.

Ao retirar certas responsabilidades e estar alinhado com a agilidade e flexibilidade que uma pequena empresa normalmente exige, um ERP em nuvem é na maioria dos casos a melhor escolha.  Além de tudo, a tecnologia está cada vez mais presente nas empresas dos mais diversos setores, e a nuvem proporciona uma solução muito mais moderna e atualizada com as tendências.

Sabemos o quanto é difícil gerenciar um pequeno negócio com poucos recursos no Brasil. Um bom ERP em nuvem pode te ajudar a tornar essa caminhada menos desgastante e ainda ser seu parceiro ideal para o sucesso da sua empresa. Conheça as funcionalidades do Sensio ERP, um ERP em nuvem pensado e desenvolvido especialmente para pequenas empresas.